domingo, 30 de setembro de 2012

Michael Jackson's Ghosts legendado









A produção de Ghosts

O projeto iniciou-se em 1993 e só foi concluído em 1996.
A primeira exibição de Ghosts remonta a 24 de outubro de 1996. Nesse dia, a MJJ Productions, empresa de Jackson, organizou uma exibição VIP exclusiva para a Academia de Cinema de Beverly Hills. Depois disso, o filme começou a ser exibido antes do filme Thinner, de Stephen King - co-roteirista de Ghosts -, em uma dezena de salas de cinema nos Estados Unidos.
Essas exibições especiais, na ocasião da festa do Halloween, duraram uma semana, entre 25 a 31 de outubro de 1996. A versão de Ghosts que algumas centenas de americanos conheceram nessa época é diferente da comercializada posteriormente.
As músicas "Ghosts" e "Is It Scary", presentes no álbum Blood on the Dance Floor - HIStory in the Mix, não estão na versão original do filme. Elas ocuparam o lugar de um remix de "2 Bad" que acompanhava as seqüências de dança. A divulgação do álbum, lançado em maio de 1997, fez com que essas mudanças fossem feitas.




sexta-feira, 28 de setembro de 2012

David Nordhal fala de Michael

SANTA FE/ USA - O artista David Nordahl estava pintando em casa - em fevereiro de 1988, quando o telefone tocou à meia-noite. Uma voz disse: "Eu sou Michael Jackson." Sim, pensou ele. Mas ele rapidamente percebeu que a chamada não era brincadeira. "Ele me perguntou se eu ensinaria para ele, desenho e pintura", disse Nordahl, "Eu lhe disse que não, mas que eu ia pensar nisso. Eu estava muito ocupado. "


A conversa de uma hora provocou uma estreita amizade e trabalho em parceria que levou Nordahl para uma clausura de anos em Neverland, como retratista de Jackson. De 1988 a 2005, Nordahl completou milhares de desenhos e cerca de uma dúzia de pinturas épicas, sete dos quais estavam entre os 2.000 itens de Jackson em leilão autorizado pela Julien. Nordahl, tornou-se não apenas o artista 'vivo' favorito de Michael (Michelangelo liderou o ranking histórico), mas um conselheiro confiável e confidente que viveu temporadas em Neverland e se juntou a passeios em família. Ele deixou de dar entrevistas a mídia há anos ", porque eles queriam apenas falar sobre coisas negativas, e eu não sei nada de ruim sobre Michael", disse o Nordahl.



Ele está falando agora na esperança de clarear a imagem escurecida, desde a morte de Jackson 25 de junho. "Eu sempre pensava nele como normal", diz ele. "Ele é a pessoa mais pensativa e respeitosa que eu já conheci. Em 20 anos, nunca o ouvi levantar a voz.




O período 'Nordahl /Jackson' começou depois que o cantor o convidou para a parada da turnê Bad março 1988. "Eu não sabia o que esperar", diz Nordahl. "Ele era doce. Fomos para as galerias, livrarias e uma exibição privada do rei Tut. Nós sentamos, conversamos e rimos muito. " Jackson demonstrou talento, mas era muito esclarecido, para prosseguir nas artes visuais. Em vez disso, os dois começaram ema eclosão de idéias para pintar. Ele trabalhou sem parar: retratos grandes, desenhos a carvão, uma placa no portão de Neverland. Nordahl faturou com Jackson e diz que sempre foi pago.



Eles realizaram viagens para a Disneyland e passaram um tempo na propriedade bilionária de Ron Burkle, em La Jolla, Califórnia, onde a insônia de Jackson muitas vezes significava que Nordahl seria convocado para horas de piadas e conversas à beira-mar. ( Nordhal também era uma vítima dos truques famosos de Michael Jackson, depois de encontrar sua mala sem suas roupas mas recheada com chicletes ).



Ele descobriu um Michael Jackson 'sem glamour', que no final dos anos 80 passou várias vezes por Michael num velho carro Chevy Blazer ( Nordhal conta que Michael fazia xixi em um balde, porque ele não correria o risco de ser assediado em postos de gasolina) e Michael morava em um apartamento de dois quartos em Los Angeles.



Quando fui vê-lo no apartamento de Los Angeles, me admirei: -"Eu esperava uma cobertura enorme e com muitas empregadas domésticas", diz Nordahl, mas não foi o que eu encontrei. "Havia um piano de cauda empurrado para dentro da cozinha, uma máquina de pipoca e um bom sistema de som. Os outros móveis, você não poderia ter pago mais que 50 dólares por eles em uma venda de garagem. Antes das crianças, Michael vivia muito simplesmente e gostava disso. "



"Eu cresci em uma casa difícil, e ele também", diz Nordahl, - "Nós não tivemos nenhuma brincadeira crescendo. Nós dois somos fanáticos sobre o trabalho. "Houve uma ligação." O que vi em Michael Jackson foi um gênio incompreendido, ferido e que se sentia espiritualmente obrigado a ajudar as crianças. "



Embora Jackson tenha sido absolvido em seu julgamento 2005 sobre abuso sexual infantil, que foi o que "quebrou o seu espírito", diz Nordahl. "Michael nunca molestou uma criança. Ele sempre se sentiu tão mal para com as crianças que foram maltratadas ou doentes. Ele passou tanto tempo com as crianças criticamente doentes. Se uma mãe o chamasse para falar sobre uma criança morrendo em algum lugar, ele saltava em um avião." "As pessoas falaram sobre Neverland como sendo o seu parque de diversões particular. Era mais um parque para as crianças.



Michael era um verdadeiro pai ' - "As pessoas o acusaram de tentar ser branco, o que é ridículo", diz ele. "Quando eu o conheci, seu vitiligo (uma doença de pele que provoca a perda da pigmentação) tinha ido para o lado direito do rosto e do pescoço para baixo. A maioria da mão direita estava branca, cheia de manchas brancas. Ele usou maquiagem, porque ele tinha que usar. Sem ela, ele estava salpicada por toda parte. "



Nordahl nunca presenciou o uso de drogas por Jackson, mas estava bem ciente dos problemas de dor que restou depois de seu cabelo pegar fogo em um anúncio da Pepsi.



"Quando eles estavam tentando consertar esse ponto queimado, ele tinha uma bolha sob seu couro cabeludo, que foi inflada", diz Nordahl. "Deixou-me impressionado. Era uma bolha enorme. A pele foi esticada, para cortar e costurar o couro cabeludo. Ele estava com uma dor excruciante. "



Jackson parecia ser um viciado improvável, diz Nordahl, observando que Michael tinha aversão de cigarros, álcool, refrigerantes e açúcar. "Ele era principalmente uma vegetariano", diz ele. "Quando ele estava em turnê, os cozinheiros só conseguiam fazer ele comer peixe e frango, às vezes. Ele amava as asas de galinha. Ele sempre bebeu muita água. Eu compartilhei com ele um pouco de vinho apenas duas vezes, uma com sua ex-esposa Lisa Marie e uma vez na casa de Ron Burkle. Michael tomou meia taça. "



A evidência mais clara da natureza responsável de Jackson surgiu com o nascimento de Prince, Paris e Blanket. "Michael era um verdadeiro pai, não um pai de Hollywood", diz ele. "Ele se levanta na noite para alimentá-los com mamadeiras. Ele trocava as crianças, dava banhos e tudo o que uma mãe faz." "Todo o tempo que passei com essas crianças, eu nunca ouvi-los implorar por alguma coisa ou ter um ataque de mimo. Eu nunca ouvi-los chorar. Elas eram tão bem-ajustadas. "



Jackson teve o cuidado de não estragar seus filhos, diz Nordahl, lembrando de uma festa modesta do oitavo aniversário de Prince em Los Angeles. (A mãe de Jackson, Katherine, e sua irmã Rebbie foram para a festa, mas não participaram das festividades por causa de suas crenças nas Testemunhas de Jeová, diz ele.) "Eu estava curioso para ver o que Prince iria conseguir", diz Nordahl. "Achei que iria ser uma festa muito extravagante, mas ele não conseguiu uma festa que custou mais de US $ 20.



"As crianças não foram autorizados a assistir TV ou DVDs ou jogar jogos de vídeo", exceto por meio de pontos conquistados por seu trabalho escolar. "Nada foi dado a eles. Michael disse: "Eu quero que eles cresçam o mais próximo possível do normal." Essas crianças eram tão respeitosas e doces. "



Nordahl cresceu perto de todos os três filhos de Michael. Normalmente, o artista passava um bom tempo com a prole Jackson na Costa Oeste. Mas ao longo do feriado do Memorial Day em 2004, Michael conseguiu surpreender Nordahl, visitando Santa Fé, num ônibus alugado. Jackson sugeriu que poderíamos ir com as crianças ao cinema. O shopping estava lotado e não havia lugar para estacionar. Levei as crianças a pé, compramos os ingressos e pipocas, e fomos nos sentar. Michael entrou depois que as luzes se apagaram.



"As luzes se acenderam e ninguém reparou nele. Ele usava um boné de beisebol e um pijama de seda chinesa azul. As crianças não usavam máscaras. Qualquer um desses fotógrafos teria pago US $ 100.000 por uma foto desse dia. "



Ele viu Michael pela última vez em 2005, quando o cantor se mudou para o Bahrein e jurou nunca mais voltar a viver em solo dos EUA. O destino das pinturas Notdhal não sabe como será: -"Eu gostaria de vê-las em um museu de Michael Jackson", diz Nordahl. "Isso sempre foi o objetivo de Michael. Ele era muito singelo, mas ele entendeu que ele era um ícone da música. "


"Fomos muito bons amigos que se me esqueci que eu estava trabalhando para ele", comenta Nordahl. "Então ele fazia esses movimentos de dança, rápidos como um relâmpago e ele queria que eu pintasse isso.Ele foi o melhor artista do mundo"

http://mjplanet100historias.blogspot.com.br/2011/04/david-nordhal-fala-de-mj.html#comment-form

Tradução do dia: Jam



Jam  

Nação com nação
Todo o mundo deve vir junto
Enfrentar os problemas que nós vemos
Então talvez de algum modo nós possamos resolver
Eu pedi a minha vizinha por um favor
Ela disse mais tarde
O que tem vindo de todas as pessoas
Será que perdemos amor do que se trata

Eu tenho que encontrar minha paz
Porque parece que ninguém me deixa ser
Falsos profetas choram de perdição
Quais são as possibilidades
Eu disse ao meu irmão vai haver problemas
Tempos e lágrimas de medo
Mas devemos viver cada dia como se fosse o último
Vai com ele, vai com ele

Jam
Não é coisa demais
Não é demais
Não é demais para mim
Jam
Não é coisa demais
Não é, você não
Não é demais para mim

O mundo continua mudando
Reorganizando mentes e pensamentos
Previsões voam de perdição
O bebê boom tem vindo da idade nós vamos resolver
Eu disse ao meu irmão
Você não me peça nenhum favor
Estou condicionado pelo sistema
Você não fala comigo, não grite e berre

Ela ora para Deus, para Buda
Depois ela canta uma canção Talmud
As confusões contradizem a si
Não sabemos o certo do errado
Eu apenas quero que você me reconheça
Eu sou o templo que você não pode me machucar
Eu encontrei a paz dentro de mim mesmo
Vai com ele, vai com ele

Jam
Não é coisa demais
Não é demais
Não é demais para mim
Jam
Não é coisa demais
Não é, você não
Não é demais para mim

Jam
Não é coisa demais
Não é demais
Não é demais para mim
Jam
Não é coisa demais
Não é, você não
Não é demais para mim

[RAP]
Jam, Jam
Lá vem o cara, quente
O grande cara está de pé se mexendo sobre uma mão
Fazendo faixas de funky com o cara
Michael Jackson, Smooth Criminal, que é o cara
Mike é tão calmo
Mistura, mistura, batida na selva
Bum correu a porta 3 e 4 é um pacote
Execute o primeiro plano eu esfriei como uma fã
Tem com a Janet, então com o cara, agora com Michael
Porque não é difícil para uma...

Jam
Não é coisa demais
Não é demais
Não é demais para mim
Jam
Não é coisa demais
Não é, não pare
Não é demais para mim

Jam
Não é coisa demais
Não é, você não
Não é demais para mim para
Jam
Não é coisa demais
Não é, você não
Não é demais para mim

Não é difícil demais para mim para uma Jam [9x]

Jam
Não é coisa demais
Não é, você não
Não é demais para mim
Jam
Não é coisa demais
Não é demais
Não é demais para mim

Jam
Não é coisa demais
Não é demais
Não é demais para mim
Jam
Não é coisa demais
Não é, você não
Não é demais para mim

Receba isso
Receba isso
Dê isso baby
Dê isso para mim
Vamos lá
Você realmente dá isso também para mim
Consiga dar isso
Você apenas quer dar isso


http://www.vagalume.com.br/michael-jackson/jam-traducao.html#ixzz27nz7tfss

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

'Thriller LIVE' a obra de um grande FÃ



Adrian Grant começou como fã e hoje é o produtor do mais celebrado show tributo à Michael



O show tributo à Michael Jackson - "Thriller Live", já foi realizado e assistido em 22 países por milhões de fãs desde a sua criação em 2006, e sua popularidade só aumentou desde que Michael Jackson morreu, com muitos fãs desesperados para conseguir uma sensação de como um de seus shows era.

Thriller Live é uma ideia de Adrian Grant, um homem que começou como um fã de Jackson e se tornou um dos confidentes mais próximos dele: - "Tudo começou com a minha revista de fãs 'Off the Wall' que eu criei em 1988", disse Adrian.

- "Michael viu a revista e adorou, e convidou-me para Los Angeles em 1990 quando ele estava gravando seu álbum Dangerous, e tudo virou uma bola de neve desse dia em diante:

-"Como um fã, foi muito surreal, e estar no estúdio de gravação e vê-lo no trabalho foi um privilégio. Ele estava brincando e se divertindo muito e, ao final do dia, ele me convidou a voltar para o rancho Neverland para escrever uma entrevista, e o Rancho era um lugar mágico. Foi uma loucura, mas realmente fantástico".

- "Para mim foi uma experiência irreal, mas para Michael Jackson era a realidade, como a sua guarda de segurança." 

Ao longo dos anos, Adrian teve acesso ao mundo de Michael Jackson, trabalhando com ele durante o álbum HIStory, em turnês mundiais, fotografias e vídeos, entrevistas exclusivas, almoços, jantares e muito mais.
Michael Jackson pessoalmente reconheceu o trabalho de Adrian muitas vezes, e em 1998 concedeu uma entrevista exclusiva para Adrian seu terceiro livro, fazendo história.

- "Fiquei muito feliz por chegar à entrevistá-lo. Michael confiava em mim, éramos amigos, e ele me falou de coisas pessoais, bem como a sua carreira. Ele se acostumou a me ver por perto", disse Adrian.

Após a produção de sua revista, Adrian começou a organizar shows tributo anuais a Michael Jackson no início dos anos 1990, e tendo muito interesse por eles, Jackson participou da décima mostra em 2001. 

-"Nós estávamos muito nervosos, pois era a primeira vez que ele havia chegado e havia milhares de fãs lá", disse Adrian. "Tivemos que construir uma tenda especial na lateral do palco para que ele pudesse assistir ao show sem ser assediado".

-"Ele veio logo após o show e me disse que era uma homenagem linda e incrível. Foi um grande elogio. Isso se tornou minha maior inspiração para fazer o show 'Thriller Live', porque eu percebi que poderia ser um show que agradasse a todos, não apenas os fãs."


Assim, em 2006, 'Thriller Live' foi inaugurado no West End em Londres. 

- "Nós criamos um projeto como um concerto, como uma celebração da música de Michael. Não é um show de representação ", disse Adrian. "É uma produção com mais de 20 artistas. É uma viagem musical através da vida de Michael de I Want You Back através de Thriller, Bad e Black or White. É um show de duas horas e meia. Poderia até ser o dobro do tempo com todo o material que Michael possui."

- "Montar o Casting foi o maior desafio. Apesar de não querer passar por Michael, precisávamos de alguém que tevesse o seu alcance, para viver o seu papel."

- "Começamos com um rapaz, e depois uma mulher que cantava as músicas mais sexy e então o rock de Michael em Beat It e Dirty Diana, e uma dançarina que faz o moonwalk, e outros ícones que se movem muito bem. "

Adrian disse que tem certeza de 'This Is It' teria sido o melhor show de Michael Jackson até o momento, e sentiu que era apropriada para atualizar Thriller Live, quando Michael morreu.

- "Ele estava sempre procurando melhorar a si próprio, o seu melhor trabalho ainda estava por vir e eu acho que teria sido provado com This is It", disse ele.

- "No nosso show, quando ele morreu, nós sentimos que Thriller Live tornou-se ainda mais que uma homenagem, mas uma comemoração, então agora nós vamos até a sua última gravação. Nós também prestamos uma homenagem a ele verbalmente no show, e nós declaramos o nosso respeito a ele, todas as noites."

Adrian disse que está ansioso para retomar o show na cidade de Aberdeen onde ele nasceu, com um dos seus colegas - original do 'Michael Jackson Fã-Clube' - ainda vive na cidade. Não há dúvida porém, que muitas pessoas vão ter a oportunidade de ver um show de classe mundial à sua porta, na pequena cidade.



- "Eu acho que as pessoas sabem que não podem mais vê-lo agora, por isso querem ver o que ele deixou, sua obra de música e dança", disse Adrian.

- "Michael estava pensando em vir para ver o show em 2009, quando ele estivesse aqui para a tourné de This Is It. Ele estava pensando em vir vestido assim disfarçado, para ninguém reconhecê-lo, e é tão triste saber que ele nunca teve essa chance."

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Nossa 2ª Crítica :D


Oii, ontem recebemos nossa 2ª crítica feita pelo Andrei dono do blog Mega Críticas. Veja a crítica AQUI.




Tradução do dia: Liberian Girl



Garota Liberiana



(Naku penda piya - Naku taka

piya - Mpenziwe)
(Eu amo você também - Eu quero você
também - meu amor)


Garota Liberiana...

Você veio e mudou
Meu mundo
Um amor tão novo
Garota Liberiana...
Você veio e mudou
Minha garota
Um sentimento tão verdadeiro


Garota liberiana

Você sabe que você veio
E você mudou meu mundo,
Assim como nos filmes,
Com dois amantes em cena
E ela diz...
"Você me ama?"
E ele diz incessantemente...
"Eu amo você, garota liberiana"


(Naku penda piya - Naku taka

piya - Mpenziwe)
(Eu amo você também - Eu quero você
também - meu amor)


Garota liberiana...

Mais preciosa do que
Qualquer pérolas
Seu amor tão completo
Garota liberiana...
Você me beija e então.
Ooh, o mundo
Você faz isto para mim


Garota liberiana

Você sabe que você veio
E mudou meu mundo,
Assim como nos filmes,
Com dois amantes em cena
E ela diz,


"Você me ama?"

E ele diz incessantemente
"Eu amo você, garota liberiana"
(Naku penda piya - Naku taka
piya - Mpenziwe)
(Eu amo você também - Eu quero você
também - meu amor)


Garota liberiana

Você sabe que você veio
E mudou meu mundo,
Eu espero pelo dia
Quando você disser
"Eu quero"
E eu sorrirei e direi também
E para sempre nós seremos verdadeiros
Eu amo você, garota liberiana,
O tempo todo


(garota)

Eu amo você garota liberiana,
o tempo todo
(garota)
Eu amo você garota liberiana,
o tempo todo
(garota)
Eu amo você garota liberiana,
o tempo todo
(garota)
Eu amo você
Eu amo você baby
(garota)
Eu quero você
Eu amo você Baby
(garota)
Ooh! Eu amo você baby, Eu quero
Você baby, ooh!
(garota)

Os sobrinhos de Michael falam sobre 'Breaking News'

“Breaking News”, polêmica ou marketing



O primeiro single do álbum póstumo de Michael Jackson que foi lançado , é bem ruim. Mas isso pode não ser culpa do Michael! Enquanto a Sony insiste em dizer que a música é legítima, os sobrinhos de Michael Jackson dizem que de jeito nenhum ele está cantando algo nessa música. Polêmica!

Mas TJ Jackson, filho do irmão de Michael, Tito, diz que a música é completamente fake, um recorte barato de vários samples de MJ com um imitador cantando de fundo. Depois de ouvi-la, TJ foi direto ao Twitter:

"Há vários imitadores da voz de MJ. Alguns melhores do que outros. Mas só existe UM Michael Jackson. Mesclar de forma mal feita vocais sombrios com samples de MJ (a partir de registros anteriores de MJ) nunca irá me enganar. Por que eles ignoraram o óbvio, não olharam para os lados e fizeram uma música suspeita que NUNCA esteve no radar de meu tio está além do meu entendimento. Estou revoltado, dececpcionado e triste. E antes que a imprensa comece a manchar nosso nome, lembre-se que nós estamos COMPROMETIDOS (como nosso tio Michael sempre soube) em proteger seu nome e seu impressionante legado que ele levou a vida inteira para criar. Nós não temos nada a ganhar e sabemos que eles tentarão enterrar nosso nome na lama. Mas nós sabemos quanto ele valorizava seu legado e seus fãs. E enganar ambos é inaceitável. “Mentiras correm poucos metros, mas a verdade corre maratonas”.

Ele foi além, tentando adivinhar qual imitador da voz de MJ foi o responsável pela voz principal da música:

"Me parece que é Jason Malachi também. O vibrato é uma prova fatal de que não é meu tio. Fãs, peço perdão por ver vocês estarem passando por isso".

Taryll Jackson, irmão de TJ, teve reação semelhante. Ele disse que há “músicas que meu tio cantou no álbum que será lançado e eu as apoio 100%... Mas não apoiarei músicas como Breaking News e algumas outras porque basicamente não é ele”. Ele explicou no Twitter que pediu para ver os arquivos originais das músicas, mas que eles teriam sido deletados:

"Se você questiona a validade de uma foto profissional, você pode pedir para o fotógrafo mais imagens daquela seção de fotos. Se for autêntica, o fotógrafo mostrará fotos diferentes. Algumas com poses diferentes, algumas com o modelo de olhos fechados. Eu questionei a validade dos vocais na música “breaking news” e em várias outras musicas deles que eu ouvi, e eles me disseram que não há mais resquícios de gravações ou cortes de estúdio. 

Eles dizem que meu tio ficou tão feliz com o resultado que pediu para que os outros arquivos fossem deletados. Eu tive a honra de aprender e assistir meu tio gravando no estúdio durante toda minha vida e NÃO é assim que ele trabalhava. Sem cortes, sem sobras de estúdio, sem backups, sem provas. Cerca de 10 canções eles transformaram... com a mesma história. Eu perguntei sobre o computador em que elas foram criadas... eles disseram que estava quebrado. Eu pedi o HD original... eles disseram que foi destruído. Uma desculpa dúbia atrás da outra. "

Do outro lado, a Sony diz que tem “confiança completa nos resultados de nossa extensiva pesquisa, além de relatos daqueles que estiveram no estúdio com Michael, que os vocais no novo álbum são dele.” Mas eles ainda não divulgaram quanto de pós-produção foi necessário para terminar o álbum e, bem, quem sabe quão extensiva a pesquisa realmente foi. Gigantes da indústria da música são sombrias.

Na realidade, isso não é novidade – há vários relatos de álbuns póstumos que foram modificados, cortados e colados, rearranjados e recriados em vários níveis no passado. Mas se “Breaking News” realmente for fraudulenta como alegam os sobrinhos de Michael, bem, más notícias para a Sony. E você, o que pensa? “Breaking News” é só mais uma música ruim de Michael Jackson? Ou é mais uma música falsa e ruim de Michael Jackson? [BBC via The Hairpin]




       Nota do blog: Na minha opinião, a maioria das 10 musicas do ultimo álbum do Michael são totalmente verdadeiras, a propiá filha do Michael já avia dito a mesma coisa que o disco não era com a voz do pai dela, hoje em dia ela já reveu os fatos e tem certeza que a maioria das musicas são da propiá autoria do pai.


segunda-feira, 24 de setembro de 2012

tradução do dia: The Lost Children

















As crianças perdidas

Rezamos por seus pais, rezamos por suas mães
Desejando o bem para suas famílias
Cantamos canções para os esperançosos, aqueles que se beijam
Mas não para os desaparecidos

[refrão 1]

Então, esta é para todas crianças perdidas
Esta é para todas crianças perdidas
Esta é para todas crianças perdidas, desejando-as o bem
Desejando-as um lar

Quando você se simplesmente anda, contando suas graças
Gastando seu tempo
Quando você me coloca para dormir, meu coração está chorando
Porque estou tomando um lugar

[refrão 2]

Para todas crianças perdidas
Esta é para todas crianças perdidas
Esta é uma para todas as crianças perdidas, desejando-as o bem,
Desejando-as um lar

Um lar com seus pais,
Confortáveis e aquecidas, amando suas mães
Eu vejo a porta amplamente aberta
Mas ninguém pode encontrá-la

[refrão 3]

Então, reze por todas crianças perdidas
Vamos rezar por todas crianças perdidas
Apenas pense em todas crianças perdidas, desejando-as o bem
Esta é para todas crianças perdidas
Esta é uma para todas as crianças perdidas
Apenas pense em todas crianças perdidas,
Desejando-as o bem, desejando-as um lar

domingo, 23 de setembro de 2012

Entrevista Michael e Lisa 1995, legendado completa

 1° parte

2° parte

3° parte

 4° parte

5° e ultima


- "Como Michael, eu fui uma criança adulta e sou um adulto criança."




Em 2006, Macauley Culkin escreveu e produziu um livro chamado Junior. Falando ao revisor da obra, David Amsden - Culkin diz como [e ser uma estrela criança e como ele envelheceu em sentido inverso ( virou um adulto criança ), evidentemente, de uma forma semelhante à de Michael: "Eu tenho muito o que crescer ainda", ele me diz em um certo ponto, antes de corrigir a si mesmo, "ou muito o que me transformar em criança". Acho que isso é provavelmente mais apropriado. "As coisas na sua infância de trabalho, pressão, fama, riqueza, casamento, divórcio, se lê como uma lista de marcos da vida de um adulto. Enquanto isso, numa idade em que seus pares estão na vida adulta, ele é um preguiçoso auto-suficiente desfrutando de uma adolescência latente e tardia, sem se preocupar com dinheiro ou trabalho ou o futuro.


- "Eu estou disposto a enfrentar qualquer coisa que venha com isso, dos críticos, ou das pessoas que tentam tornar-me mais sensacional do que eu realmente sou. Este não é um livro sensacional. Não há referências de Michael Jackson em tudo, pode tirar isso da cabeça agora. " Isso é mais fácil dizer do que fazer, dado que quando escreveu o livro fazia menos de um ano que Culkin tinha realizado seu depoimento pela defesa de Michael durante o julgamento: - "Você sabe, eu não quiz me envolver com a coisa toda", diz ele. "Foi uma confusão grande. Eu quase disse pra ele: 'Você deveria ter pensado melhor, para não ter esse tipo de gente em sua vida. " Quando se fala sobre Michael, Culkin comenta que sempre incentiva Jackson para voltar à música: - "Você sabe, ele pode chamar a Roots, chamar os Beastie Boys, Björk". A última vez que falaram sobre isso foi alguns meses depois do julgamento: "Ele parecia melhor. . . "Ele está tentando se manter calmo, distraído."


Evidentemente, falando sobre o estado de espírito de Michael após o julgamento, Culkin diz: - 


"Uma das coisas que eu sempre pensei, é que eu poderia ter sido assim como ele. Sou uma pessoa bastante protegida como ele foi, eu poderia ter colocado uma fortaleza em volta de mim, compraum grande pedaço de terra em algum lugar, e dizer: "Fodam-se todos vocês!" ... Era um mundo pequeno, tranquilo, silencioso e fresco que ele teve em Neverland, mas a ao mesmo tempo, ele tornou-se um pouco mais distante da realidade."



Fonte:  http://nymag.com/arts/books/reviews/16211/


É claro que existe diferença terrível entre Michael dos anos 90, quando ele e Macauley divertiam-se, despreocupados como dois pássaros livres, e o Michael entristecido e sem vida do ano de 2006, logo após o julgamento ... Mas Macauley Culkin sempre esteve por perto para Michael e lutando por seu bom nome





Galeria de Domingo, fotos e + fotos












Tradução do dia: Best Of Joy



Melhor de Sua Alegria


Eu sou sua alegria,

O melhor de sua alegria
Eu sou a luz do luar
Você é a primavera
Nosso amor é uma coisa sagrada
Você sabe que eu sempre vou te amar


Sou eternamente

Eu sou aquele que veio
Quando você caiu
Eu era o único em torno de você (o único)
Quando as coisas iriam te machucar
Sou eternamente
Não fui eu quem disse que você era livre?
Quando viver parecia ser tão difícil
Quando as coisas iria machucá-lo


sou eternamente (sou eternamente)

somos pra sempre (somos para sempre)


Eu sou seu amigo

em bons e maus momentos
Precisamos um do outro
Nós nunca nos separaremos
Nosso amor é do coração
Nós nunca dissemos eu não preciso de você


somos pra sempre

Eu sou aquele que disse que você era livre
Quando viver parecia ser tão difícil
(O único)
E nada poderia te animar


Sou eternamente

Não fui eu que te salvei?
Quando todas as paredes vieram abaixo
E as coisas iriam te machucar


sou eternamente (sou eternamente)

Somos pra sempre (somos para sempre)


Você é o sol que ilumina o céu

Quando as coisas estão escuras
Deixe vir as turbulências
Eu era a único por aqui (o único)
Quando as coisas iriam te machucar


Somos pra sempre (sou eternamente)

Somos pra sempre (sou eternamente)
Somos pra sempre
Somos pra sempre
Somos pra sempre
Somos pra sempre


Sou eternamente

Sou eternamente
Somos pra sempre
Somos pra sempre
Sou eternamente
Sou eternamente


sábado, 22 de setembro de 2012

A última residência de Michael Jackson.







Não existem palavras suficientes para descrever a casa que Michael Jackson decidiu alugar em Holmby Hills, quarteirão de Los Angeles, pela modica cifra de 100,000 dólares por mês. 7 banheiros, 12 e digo 12 lareiras, um cinema, uma biblioteca, uma imensa sala de jantar, uma cantina para os vinhos, uma piscina e quem sabe mais o quê! Alguns dos moveis foram leiloados por uma boa grana, entre entre eles foi vendido um espelho onde Michael avia escrito a frase“março, abril” e depois “maio – a todo vapor”.

Um dos quartos
Fundo da mansão
sala da lareira
sala de jantar
 cinema      
Um dos 7 banheiros
cantina dos vinhos

     

Sala de estar